sábado, 8 de maio de 2010

GREVE 2010


ASSEMBLEIA REGIONAL EM GOVERNADOR VALADARES DIA 12/05/2010
LOCAL: AUDITÓRIO DO COLÉGIO ESTADUAL.
15 HORAS




Ato público em Governador Valadares em defesa do piso salarial nacional.
07 de maio de 2010.

A SindUTE Subsede Governador Valadares coordenou nesta sexta-feira(07/05/2010) o ato público dos trabalhadores(as) em educação da rede estadual de ensino, cujo percurso foi a rua Marechal Floriano, Rua Belo Horizonte, Avenida Minas Gerais ( com uma parada em frente ao Banco do Brasil) e uma concentração na esquina da Avenida Minas Gerais com Marechal Floriano.
Durante o ato os manifestastes faziam gritos de ordem para o governo: " Quem foi que disse que é ilegal! A nossa luta pelo piso nacional!", "Se o governo enrola, enrola!!! Não voltamos para a escola", "piso salarial de R$369,00, vergonha para Minas Gerais", " um, dois, três, quatro, cinco mil, nós é que fazemos a história do Brasil" etc. Foi apresentado faixas, bandeiras e cartazes marcando a presença das escolas e cidades presentes na greve e com os contra-cheques de vários profissionais para mostrar os salários de miséria pago pelo governo do estado, mostrando o descaso com a educação, basta perceber que nos últimos anos a UNIVALE não forma turma de licenciatura, pois não estimula ninguém prestar vestibular para ser mal remunerado, na concentração foi feito o discursos de várias centrais sindicais demonstrado apoio a nossa greve . Está manifestação contou com a presença de educadores de várias cidades da região como Itanhomi, Conselheiro Pena, Engenheiro Caldas, Sobrália, Mantena, S J do Manteninha, Capitão Andrade, Fernades Tourinho, Aimorés, Tumiritinga, Naque, Divinolândia, Açucena, Matias Lobato, Virgolândia, Governador Valadares, etc.




































A categoria denuncia os péssimos salários praticados hoje em Minas Gerais.“Os vencimentos básicos dos trabalhadores em educação, com o reajuste de 10% para o professor com nível médio será de R$ 369,89 . Um professor com licenciatura plena ganha hoje: R$ 550,53 e um Auxiliar de Serviços de Educação Básica: R$363,83. Aguardamos do Governo Estadual um processo de negociação que modifique os salários vergonhosos praticados em Minas. Estamos abertos ao diálogo”, afirma a coordenadora-geral do Sind-UTE/MG, Beatriz Cerqueira.
Queremos o piso de R$1.312,58 para PEBI já!
Dia 11 de maio haverá nova assembleia estadual em Belo Horizonte na praça da Assembleia legislativa de Minas Gerais as 14 horas.

VÍDEO DO ATO EM GV DIA 07/05
video

2 comentários:

  1. MUITO BOM ,SE EU SOUBESSE TERIA IDO.TEMOS QUE FAZER ISSO MESMO ,QUEM ESTÁ TRABALHANDO ELE DIZ QUE ESTA SATISFEITO COM O QUE GANHA SERÁ QUE É ISSO MESMO?OU SERÁ QUE É PORQUE É O UNICO DA FAMILIA QUE TRATA DOS FILHOS E NÃO PODE FICAR SEM ESSA MERRECA DE SALÁRIO?

    ResponderExcluir
  2. FOI UM ATO MUITO BOM. BEM ORGANIZADO E COM MUITAS PESSOAS. PENSO QUE SÓ ASSIM PODEREMOS INCOMODAR O GOVERNO. EU PARTICIPEI...

    ResponderExcluir