segunda-feira, 27 de março de 2017

Greve Nacional da Educação Avança

Dando continuidade às ações da  Greve Nacional da Educação, diversas Manifestações contra o Desmonte da Previdência Social no Vale do Rio Doce e Protestos se espalham, com Trabalhadores em Educação agindo em diversas frentes, de forma a ampliar adesão.

Neste sábado, 25/03, a Coordenadora Geral do Sind-UTE, Beatriz Cerqueira, esclareceu que estamos vencendo as batalhas, mas precisamos permanecer firmes na LUTA:
video


A Subsede orienta que atividades em Escolas só podem ocorrer para que seja a preparação para realizar alguma atividade paredista, com o fim de alavancar alguma tarefa da Greve.

É dever de quem constrói a Greve aumentar os protestos e as campanhas de esclarecimento a população.

A Assembleia de terça-feira, 28/03, fará a construção do Plano de Ações emergenciais para os próximos dias. Entre eles, dia 31/03, haverá o Dia Nacional de Lutas, Contra a Terceirização, o Desmonte da Previdência e a retirada de Direitos Trabalhistas, com o slogan "Basta de Ataques aos nossos Direitos", numa ação conjunta da CUT, da Frente Brasil Popular e da Frente Povo sem Medo





De 142 Instituições, em 123 houve adesão à greve, o que corresponde a 87% das Escolas atingidas.

Das 123 Unidades atingidas, em 108 a adesão a impede de funcionar mesmo que parcialmente, correspondendo a 88% de Paralisação total de atividades finalísticas.


A área de abrangência da Subsede contém 45 municípios, dos quais, 42 estão atingidos pela Greve, representando 93% dos Municípios. Nos três Municípios onde não há greve, há ao todo 4 Escolas, que representam 2,8% do total. As demais 14 Escolas que ainda não se envolveram com a greve estão em dez municípios diferentes.

O resumo atual:

Nenhum comentário:

Postar um comentário